quinta-feira, 28 de outubro de 2010

VIA CAMPINAS

Maior cidade do interior de São Paulo, Campinas supera algumas capitais brasileiras em infraestrutura e serviços. Tem a Unicamp, dois shoppings enormes, hotéis excelentes e restaurantes sofisticados, sem perder o seu jeito caipira, no bom sentido: o ar é puro, o trânsito flui sem congestionamentos e os visitantes são muito bem tratados.

No vídeo (clique na seta), uma vista geral do centro da cidade. Em primeiro plano, a praça Carlos Gomes.

VIA CAMPINAS

Foto de Laís Lobato Heberle

Se você é daqueles que treme de medo ao pensar que terá que desembarcar no perigoso aeroporto de Congonhas ou no congestionado aeroporto de Guarulhos em seus vôos para São Paulo ou em escalas nacionais e internacionais, experimente ir por Campinas. O Aeroporto Internacional de Viracopos tem uma estação de passageiros ampla e confortável, as condições meteorológicas na região quase sempre são boas e a pista é desimpedida, cercada apenas de campos. Pelo menos uma das empresas aéreas oferece transporte gratuito para os passageiros que desembarcam lá e precisam ir aos aeroportos de São Paulo, mas até o preço de uma corrida de táxi compensa a chegada sem estresse. Para quem vai viajar para o exterior à tarde ou à noite, uma sugestão: embarque um dia antes, se hospede num dos bons hotéis de Campinas (em 20 minutos você está no centro da cidade) e na manhã seguinte, depois do café, vá tranquilamente até o aeroporto de Guarulhos, numa autopista de padrão europeu.






A distância de 99 quilômetros até São Paulo relegou o aeroporto de Campinas ao transporte de cargas ou como alternativa em caso de mau tempo na capital paulista. Mas a saturação dos aeroportos de Guarulhos e Congonhas está mudando este perfil. A Azul, a Gol, a TAM, a TAP, a Trip e a NHT já adotaram Viracopos em seus vôos regulares de passageiros.