segunda-feira, 30 de maio de 2016

É TEMPO DE TAINHA






Imbé, barra do rio Tramandaí/RS. No mês de maio, as tainhas saltam nas redes




OLHAR FELINO



domingo, 22 de maio de 2016

DE PORTO SEGURO A PORTO ALEGRE


Antes da inauguração do aeroporto de Porto Seguro, em 1997, viajar até lá exigia paciência e um certo sacrifício.  Para quem saía de Porto Alegre a melhor maneira era ir de avião até o Rio de Janeiro e depois encarar 18 horas de ônibus. De São Paulo eram 24 horas de busão. 
 Por isso, poder embarcar numa cidade e desembarcar na outra, em apenas três horas de voo, é algo maravilhoso. Os vôos, da Gol, são aos sábados.



Aeroporto de Porto Seguro, Bahia




 Entre um mate e outro, a gauchada vai e volta aos pagos sem escalas. 






Aeroporto de Porto Alegre, RS

quinta-feira, 19 de maio de 2016

A TOCHA OLÍMPICA NO ARRAIAL DA AJUDA




O dia 19 de maio de 2016 foi especial para o Arraial da Ajuda: a tocha olímpica que percorre o país passou por lá, conduzida por atletas e por um índio pataxó. 
Na foto de Isabel Lobato, o início da maratona, no bairro São Pedro. 



Convocada pelas rádios e blogs  locais e por alto-falantes da prefeitura municipal de Porto Seguro, a população se reuniu na praça Eduardo Gomes, em frente ao Santuário de Nossa Senhora da Ajuda. 



Um cartaz virou atração: "Ela vai passar por aqui"





Na frente do Santuário, capoeiristas  dão um show enquanto esperam para receber a tocha, que depois seguiu para a cidade de Porto Seguro









Anoitecia quando um foguetório anunciou o que todos esperavam. Começou a correria:" a tocha tá chegando!"








quarta-feira, 18 de maio de 2016

DIA FELIZ NO ARRAIAL DA AJUDA














Happy Hour das irmãs Isabel e Lais


 Depois de um caldo, uma taça de vinho e uma conversa pra lá de agradável, a pose com  Edson Porto, proprietário da pousada Arraial Candeia. 
Há 22 anos, Edson e a esposa Dinorah realizaram o projeto de construir no Arraial da Ajuda a pousada dos seus sonhos. Até hoje, ela é inigualável no projeto arquitetônico inovador e no carinho com que recebe os hóspedes. 


domingo, 8 de maio de 2016

PRAIAS, PATRIMÔNIO DE TODOS



Entardecer na praia da Pitinga, um dos mais belos cenários do litoral brasileiro, no dia 30 de agosto de 2015. 
As mesas e cadeiras das barracas já foram retiradas da praia, onde a esta hora os poucos moradores e turistas que aproveitaram até o fim este domingo ensolarado caminham de volta ao vilarejo do Arraial da Ajuda, em Porto Seguro, Bahia. 


O mesmo cenário oito meses depois, em maio de 2016. A maré subiu mais do que o normal - fenômeno cada vez mais frequente - e as ondas derrubaram a maioria das barracas de praia. De nada adiantaram os sacos de areia colocados pelos barraqueiros.







Cenas desoladoras: caiaques, mesas e cadeiras viraram entulhos; coqueiros caídos expõem suas raizes




Praia do Mucugê, no Arraial da Ajuda. 
Caminhar pela beira do mar é difícil e arriscado depois que o muro do Eco Parque Aquático desabou, fustigado pelas ondas fortes, em dezembro de 2015. 
Um novo muro está sendo construído junto ao antigo e as pedras caídas continuam na praia,  numa agressão aos direitos dos frequentadores e à natureza. 
Eco Parque? Por que Eco Parque?





A legislação brasileira determina a preservação, como área de marinha, de uma faixa de 33 metros a partir da preamar média. Em regiões turísticas, estes terrenos valiosos são ocupados  por barracas de praia, pousadas "pé na areia",  condomínios e mansões. 
De vez em quando o mar vem cobrar o que é dele, mas de nada adianta, pois tudo é reconstruído.   
Os abusos são tantos em todo o litoral brasileiro, os abusadores são quase sempre poderosos e os responsáveis pelo cumprimento das leis tão omissos que está na hora de começar um movimento em defesa das praias.
Elas são um patrimônio de todos.









SÁBIAS PALAVRAS





Frase de Eduardo Galeano no mural de um café do Arraial da Ajuda, Bahia